Menu

Aprofundamento da Fé

     Catequese
     Alicerce

Celebração da Fé

     Liturgia

Missão

     Conselho Pastoral
     Gestão da Casa
     Missões
     Cultura

Outras Opções

     Links
     Sugestões
     Envio de Notícias
     Livro de Visitas

Actividades realizadas - Testemunhos


Uma noite ao encontro dos Sem Abrigo

Qual será a sensação de dar a alguém que precisa algo que a conforta?

O ser humano ao longo de toda a sua vida necessita de fazer escolhas, as quais o levam para um determinado caminho, estas escolhas podem ser certas ou erradas e podem afastar-nos dos nossos sonhos e terem consequências que nunca imaginámos.

Nos sem-abrigo, homens e mulheres, jovens e adultos, encontramos histórias de vida repletas de sofrimento, de luta e de angústia, histórias que outrora foram vividas em família e que, por um ou outro motivo, tiveram alterações irreparáveis.

Eu tive a oportunidade de participar na sopa dos pobres, a qual só e possível graças ao Exército da Salvação, e confesso que quando terminei senti um enorme arrepio, porque muitas vezes, achamos que os nossos problemas são os piores do mundo, mas esquecemo-nos que por muito grande que seja o problema há alguém com um ainda maior.

Enquanto ali estamos parece que o mundo à nossa volta já não importa é como se tudo deixasse de existir. Eu sinceramente, saí daquela volta com uma vontade enorme de a repetir. Os meus sentimentos eram diversos; por um lado eram de alegria por poder partilhar e dar um pouco de mim aquelas pessoas, mas por outro eram de impotência por saber que, após aquele momento, tudo voltaria a ser como sempre fora, muitas daquelas pessoas iam permanecer na rua e muitos iriam continuar a ser desprezados pela sociedade. No entanto, sei que o mundo não pode ser mudado do dia para a noite; é algo que leva o seu tempo e eu dei um primeiro passo, todos devíamos fazer o mesmo, deixar um bocadinho de tempo para eles, porque são pessoas, e merecem ser respeitados e ajudados. Precisam, acima de tudo, de um sorriso, de um olhar terno e de um ouvido disponível que os ajude a encontrarem de novo o rumo certo.

Vanessa Moreira

Voltar para a página anterior